Preparando o filho mais velho para a chegada do irmã/o



Meu segundo filho já esta quase chegando!!! E a preocupação nossa, é de como o Enrico receberá o irmãozinho! Me dá um friozinho na barriga só de pensar. Mas o que nós Pais podemos fazer para que essa mudança não seja muito traumática?! Pesquisei sobre o assunto para dividir com vocês!!!

 

chegando do irmão

 

Veja como devemos preparar os irmãos mais velhos para a chegada do irmão/irmã. Quando as pessoas pensam sobre as relações entre os irmãos, a primeira palavra que muitas vezes vem à mente é a “rivalidade”. Para ser honesta, essa concepção não é totalmente errada, irmãos podem acabar competindo pela atenção dos pais.

Como pais, você pode definir o tom para a forma como os seus filhos se relacionam, não só para você, mas para os outros também. Com um pouco de esforço, você pode promover relacionamentos que são amorosos, solidários e cooperativos em vez de competitivo.

Parte do segredo é começar a construir uma relação positiva entre os seus filhos antes de surgirem problemas. Na verdade, você pode até começar a definir o estágio antes de seu segundo filho nasce!

chegando do irmão 3

Como? Aqui estão algumas dicas para tentar:

Diga ao seu filho antes de dizer os vizinhos: É melhor para o seu filho ouvir a notícia sobre um novo bebê a partir de você, ao invés de alguém. Dizer ao seu primogênito mostra a ele que você confia e seu valor, e também lhe dá o controle sobre como a informação é apresentada. Então, certifique-se de compartilhar a notícia com seu filho antes de ir a público.

Aproveite o seu “Big Boy” ou “Big Girl”: Mesmo que você não esta esperando um segundo filho, é super importante celebrar todas as etapas do seu primogênito. Trocar a comida de bebê por comida normal, a transição do desfralde, enfim comemorar cada conquista do seu filho! Todos esses marcos mostram ao seu filho que ele está crescendo. Quando as crianças crescem, é importante mostrar-lhes o quão orgulhoso você é que eles estão crescendo em “big boys” ou “big girls”. E pode prepará-los para serem os “irmãos” ou “irmãs mais velhas”, também.

Tempo e transições: Dependendo da diferença de idade entre seus filhos, você pode achar que um ou mais dos marcos de seu primogênito coincide aproximadamente com a chegada de seu novo bebê. Por exemplo, você não pode querer mudar o seu filho mais velho em um novo quarto e colocar o bebê no seu quarto antigo, pois o primogênito vai sentir que está sendo substituído. No entanto, outras transições podem ajudar. Veja se você pode colocar o seu primogênito em uma cama enquanto seu bebê começa a dormir em um berço. Se der certo, é uma grande oportunidade de mostrar seu orgulho no crescimento do seu filho mais velho.

Deixe-os ajudar: Como você já sabe, os bebês necessitam de muito trabalho e atenção, e há muitas maneiras em que um irmão ou irmã mais velhos podem ajudar. Seu primogênito pode falar ou cantar para o bebê, ajudar com a mamadeira ou quando você troca as fraldas, e assim por diante. Quando você encontrar maneiras de deixar ser ajudada pelo primogênito, você está enviando-lhe várias mensagens importantes: a de que você confia nele, que ele pode ter um papel ativo, que parte de ser um grande irmão está cuidando de um irmão mais novo, etc. (Como um bônus adicional, uma vez que seu primogênito pega o jeito de suas novas responsabilidades, pode tornar sua vida um pouco mais fácil, também.)

 

chegando do irmão 1

Tranquilizá-los: Uma preocupação comum entre primogênitos é que um novo bebê irá substituí-los em seu coração. De tempos em tempos (antes e depois da chegada do bebê), certifique-se de dizer ao seu primogênito que você sempre vai amá-la da mesma forma. E não se esqueça também, de ter tempo de diversão e carinho.

Definir o tom para outros adultos: Junto com tranquilizando o seu primogênito, tome cuidado para que outros adultos bem-intencionados não prejudiquem acidentalmente seus esforços. Instrua a parentes e amigos mais próximos a lhe ajudar a falar com o seu filho. É super importante a repetição, pois é assim que as crianças guardam os fatos.

Todas estas técnicas podem ser eficazes, mas, obviamente, você sabe conhece seu filho melhor do que ninguém faz. Assim, com algum pensamento (e um pouco de tentativa e erro), você vai encontrar as estratégias que funcionam melhor para sua família.

Independentemente dos métodos que você usa, no entanto, um ponto permanece fiel: Ao colocar um pouco de esforço, agora, você pode colher uma grande recompensa mais tarde … e seus filhos também! Já estou usando todos esses métodos!

Depois conto a vocês como foi na prática!

Beijos!!!