Cuidados para tomar com seu filho durante a viagem de final de ano



Festas de final de ano chegando e muitas famílias se preparado para passar o natal ou o réveillon fazendo turismo ou visitando parentes. Se viajar sozinho já é um complicado em alguns casos, viajar com crianças de colo pode se tornar um pesadelo caso não se esteja preparado. Por isso, desenvolvemos este pequeno guia com algumas dicas para facilitar a sua viagem.

viajando com crianças e bebês 2

Em primeiro lugar, veja se o bebê pode viajar. A maioria das companhias proíbe crianças com menos de sete dias, mas segundo especialistas, o ideal é que os pequenos só viagem depois de dois meses de idade, quando já receberam vacinas de imunidade.

Para economizar na compra das passagens, é importante conferir como a companhia aérea faz a cobrança. Crianças menores de dois anos não pagam o valor inteiro, mas cada empresa cobra do seu jeito. Algumas 10% do valor, outras somente as taxas.

Os pais devem estar atentos à documentação. Para viagens nacionais, a criança deve ter certidão de nascimento ou carteira de identidade. Para internacionais, o passaporte e o visto de entrada no país de destino mais informações no site da ANAC. Além dessa documentação, alguns países exigem um seguro tanto para pais como para bebês. Se você está em dúvida se seu destino exige ou não, verifique na página de informações dessa corretora (clique aqui) a lista dos países que exigem o seguro de viagem.

Passando a burocracia, é bom ficar atento ao conforto do bebê, por isso é importante levar mais de uma muda de roupa tanto para os pais como para a criança, caso ela passe mal. Além disso, cuidar da alimentação durante o voo, já que o estômago deles é mais sensível que o nosso.

viajando com crianças e bebês 1

Algumas companhias cedem berços ou cadeirinhas para que as crianças viajem com mais conforto. Menores de 12 anos são considerados passageiros com necessidades especiais, o que ajuda na hora de embarcar e de escolher um assento. De preferência para os primeiros, onde há mais espaço para as pernas ou para deixar o berço.

Papinhas, mamadeira e remédios só podem ser levados na medida certa para tempo de viagem, então é bom separá-los antes para não acontecer aquela correria de tirar e colocar coisas na mala na última hora.

Lembre-se que é sempre importante consultar um pediatra para tirar todas as dúvidas e não esqueça de levar lenços, fraldas extras e disposição.

Com todas essas precauções tomadas, é só curtir a viagem.

*** Esse texto foi uma colaboração de uma leitora querida. Em breve farei um post dando continuação nesse assunto. Obrigada Patricia.

Profile Patricia Diniz