Como e quando tirar a chupeta do bebê



Quando e como devemos tirar a chupeta de um bebê?! Essa é uma grande dúvida de mamães! Eu já passei por isso duas vezes, então tenho um pouco de experiência no assunto! É claro que cada criança é diferente, então não vamos criar padrões e regras! Meu intuito com esse Post é dividir com vocês a minha experiência e dados pesquisados!

Tirar a chupeta do bebê 1

 

“A Associação Brasileira de Odontopediatria e o Ministério da Saúde recomendam que a idade de 3 anos seja a época limite para a eliminação do uso de chupeta. Entretanto, reconhecem que o ideal seria remover gradualmente esse hábito até os 2 anos”, esclarece a odontopediatra Maria de Lourdes. Quanto mais cedo a chupeta for banida, maiores as chances de auto-correção de possíveis desarmonias nas arcadas dentárias devido ao uso do acessório. Vários especialistas concordam que o adeus ao biquinho deve ocorrer nessa idade, que coincide com o fim da fase oral. “Espera-se que a partir de 2 e meio, 3 anos, a criança, que já está envolvida em atividades diversas, comece a se desligar do hábito de chupar chupeta, porque tem outros interesses”, diz a psicóloga Lucia Marmulsztejn

No meu caso aconteceu exatamente nesta época. O meu primeiro filho eu tirei com 2 anos e meio! Ele amava a chupeta!! Andava com uma na boca e duas nas mãos hehe!! Eu tentei fazer vários métodos que eu pesquisei, mas nada adiantou! Quando fui ao dentista e ela me mostrou como os dentinhos dele estavam indo para frente, eu fiquei muito preocupada. Resultado: chegando em casa joguei todas as chupetas foras! Sim, tudo de uma vez, sem volta! Vou confessar que nos dois primeiros dias foi difícil, mas no terceiro dia ele nem perguntava mais sobre a chupeta!! Segui os conselhos da dentista deles e deu certo!

Tirar a chupeta do bebê 2

Já no meu segundo filho, quando completou os dois anos, fiz da mesma forma e funcionou perfeitamente!!! Foi até mais fácil porque o mais velho ajudava incentivando com palavras! Mas que fique claro, eu não sou contra o uso de chupetas, pelo contrário, acho super válido!! Acalma o bebê, ajuda na sucção, estimula os músculos da boca, etc… O que eu não acho certo é usar por muito tempo! Na minha opinião até dois anos acho uma fase OK para usar chupeta!

Mas a chupeta prejudica a fala?

Que fique claro: nem toda criança que usa chupeta obrigatoriamente terá problemas para articular as palavras. E nem todos que desenvolvem esse tipo de distúrbio podem culpar a chupeta. Porém, quando esse recurso se torna freqüente, ele pode alterar a mordida – aí, sim, existe a possibilidade de a fala ser prejudicada. Além disso, nessa fase em que a criança está aumentando sua comunicação verbal, é bom deixar o caminho livre para ela se expressar.

“A chupeta, quando usada o tempo todo, vira uma rolha, impedindo-a de falar”, lembra a fonoaudióloga Jacy Perissinoto, da Universidade Federal de São Paulo. E eu concordo super com ela!


Quais são os tamanhos, formatos de bico e materiais mais indicados?

Para cada faixa etária, há um tamanho de bico recomendado. Ler as especificações na embalagem antes de comprar garante que a mamãe leve o modelo adequado à idade do seu bebê. Quanto ao formato do bico, a preferência deve ser sempre pelos ortodônticos, menos prejudiciais aos dentes. Escolha produtos com BPA Free. Importante também escolher chupetas cuja parte que fica fora da boca seja anatômica e com algumas características especiais. “O suporte de sustentação do bico deve ser amplo, o que diminui o risco de ingestão, e vazado, para prevenir uma eventual asfixia e minimizar as dermatites de contato, causadas pela saliva retida entre o acessório e a pele”, avisa o pediatra Wilson Salgado Junior.

Dependendo da marca os tamanhos mudam, mas coloquei um exemplo da marca de chupetas Avent, que é umas mais vendidas! Conforme o bebê for crescendo, você vai tocando o tamanho da chupeta!

 

Eu sou da seguinte teoria, se as empresa não fazem chupetas para idades maiores, deve ter alguma razão para isso! Veja com o pediatra e dentista do seu filho antes de tomar qualquer atitude para retirar elas! Eles são as melhores pessoas que podem ter orientar, pois conhecem bem o seu filho! 🙂