Cuidados com a pele de bebês e crianças no verão



De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 70% das radiações que irão causar câncer de pele foram recebidas na infância; por isso, recomenda-se que somente leve a criança à praia após os 12 meses de vida.

Agora que entramos em período de férias e o verão chegando, cada cuidado é essencial! Sempre me preocupo em indicar aos nossos clientes produtos mais naturais, de preferência orgânicos e que não vão agredir tanto a pele do bebê quanto a da criança!

Mas você sabe como usar o protetor e também o repelente? Pois geralmente no verão aparece mais mosquitos, então esse cuidado também é importante!

Para esclarecer várias dúvidas, vou dar dicas de como cuidar da pele dos bebês e das crianças no verão! Mas antes, vamos as dúvidas frequentes: 

A partir de que idade posso usar protetor solar?

A partir dos 6 meses de idade. Antes a pele do bebê é muito sensível sendo o uso mais seguro após essa idade.

Qual o fator do protetor solar que devo comprar?

Em média, o fator 30 é suficiente, mas nada impede que você use um fator de proteção mais forte. Importante avaliar se a pele da criança é seca ou oleosa, para a escolha adequada do protetor solar.

Qual é a quantidade que deve ser aplicada nos pequenos?

Sempre o suficiente para cobrir uma camada por todo o corpo. Três colheres de chá cheias para um bebê de 6 meses são recomendadas.

O protetor solar deve ser usado antes ou depois do repelente?

Sempre antes! O repelente é por último.

De quanto em quanto tempo devo reaplicar o protetor?

Se a criança estiver em contato direto com o sol, o protetor deve ser reaplicado a cada 2hs. Lembrar de reaplicar todas as vezes que entrar em contato com a água.

O protetor solar deve ser usado diariamente pelas crianças? 

Sim. Todas as vezes que a criança for sair de casa deve ser aplicado o protetor, de preferência 30 minutos antes do passeio. Isso evita o câncer de pele e o envelhecimento precoce. É importante lembrar que pouco tempo de exposição solar faz bem para a produção de vitamina D.

Quais são os outros cuidados que protegem a criança do sol? 

Além do uso do protetor, usar roupas leves e de algodão que ajudam a filtrar o sol. Manter as crianças hidratadas e usar águas termais na praia e na piscina.

Como saber se a criança é alérgica ao filtro solar? 

Fazer o teste por 3 dias na parte interna do antebraço para avaliar se terá alergia ou não.

Dicas de protetores

Aqui nos EUA temos opções muito boas!! Separei aqui algumas das marcas que eu mais gosto. Eles são mais naturais e não vão agredir a pele do bebê.

Dicas de repelentes

Não esqueça também de proteger a pele contra picadas de insetos e também doenças!

Mas vamos ser sinceros: nenhum repelente é 100% eficaz. Você precisa estar atendo ao relógio e reaplicar conforme necessário e espalhar por todo o corpo que esta a mostra. Se você mora em uma área em que seu filho corre alto risco de ser mordido por um mosquito ou carrapato transmissor de doenças, é melhor usar os repelentes pesados: que contenham DEET ou Picaridin. Se a preocupação não for tão grande onde você mora, mantenha suas opções em aberto.

O mais importante é se divertir neste verão! Brinque e aproveite o ar livre. Apenas tome as devidas precauções e divirta-se. 🙂

Colaboração de texto: Dra. Loretta Campos: Pediatra pela Universidade de São Paulo (USP), Consultora Internacional em Aleitamento Materno (IBCLC), Consultora do sono, Educadora Parental pela Discipline Positive Association e membro das Sociedades Goiana e Brasileira de Pediatria. A médica aborda temas sobre aleitamento materno com ênfase na área comportamental da criança e parentalidade positiva.